Troca de óleo lubrificante deve ser feita em locais apropriados

06/04/2017 | Lwart Lubrificantes



Troca de óleo lubrificante deve ser feita em locais apropriados

Coletor da Lwart Lubrificantes emite o Certificado de Coleta (CCO), que comprova o destino correto do óleo lubrificante usado

Trocar o óleo lubrificante dos veículos é um ato dos mais corriqueiros. Apesar disso, poucas pessoas sabem dos riscos para o meio ambiente, para a saúde humana e até para a economia do país que o gerenciamento inadequado do óleo lubrificante usado pode provocar. Esse resíduo é classificado como perigoso no Brasil e em vários países.

Por esse motivo, órgãos ambientais e reguladores da indústria do petróleo, combustíveis e derivados decidiram que o melhor destino para esse resíduo perigoso é a coleta e o envio obrigatório a um rerrefinador. O processo de rerrefino vai retirar os contaminantes absorvidos pelo uso do óleo e recuperar o lubrificante básico.

Consciência coletiva

Grande parte do sucesso do Brasil em alcançar o objetivo de recuperar a máxima quantidade possível de óleo lubrificante básico por meio do rerrefino depende da atuação da população e também de quem trabalha com troca de óleo. Os geradores devem cuidar para que o óleo retirado do veículo ou equipamento fique corretamente armazenado enquanto espera sua destinação.

Isso significa que quem é dono de um automóvel ou de um equipamento que utiliza óleo lubrificante tem o dever de escolher um serviço de troca que atenda a legislação ambiental e possua condições de armazenagem do óleo.

A legislação aplicável aos casos de infrações envolvendo a gestão e destinação adequada de óleos lubrificantes é bastante vasta e depende principalmente dos desdobramentos que a inobservância da lei venha a causar.

O infrator está sujeito às penalidades administrativas, penais e civis nas esferas ambiental, do consumidor, regulatória da indústria do petróleo, trabalhista, criminal e civil. Além disso, cada Estado ou Município podem ter leis específicas sobre o assunto.

Você sabia que…

Há uma grande variedade de mitos e práticas populares relacionadas ao uso dos óleos lubrificantes usados ou contaminados? Chamado popularmente de “óleo queimado”, este resíduo acaba sendo usado para diversas finalidades inadequadas e perigosas, desde a impermeabilização de pisos, cercas e madeiras, até o absurdo uso como medicamento veterinário e humano.

Para destinar corretamente o óleo lubrificante usado, entre em contato com a Lwart Lubrificantes pelo Disque coleta: 0800 701 0088 ou pelo site www.coletalwart.com.br




COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente o comprador de um veículo novo não é orientado quanto a essas peculiaridade. Com algum tempo de uso do carro eles trocam o óleo em qualquer oficina que oferece um preço mais acessível, que não se preocupa com a logística reversa, e um posto que é bastante fiscalizado, faz tudo conforme as normas ambientais, trabalhista, etc, vende o óleo um pouco mais caro, sendo preterido em prol do primeiro. Enquanto o povo brasileiro não se conscientizar da importância da qualidade do meio ambiente e as autoridades não fiscalizarem essas oficinas poluentes, nada se resolverá…e o comerciante legalizado é quem paga o pato.

    1. José Daniel, obrigado por seu comentário. Ficamos felizes em saber que você conhece todo processo de coleta e destinação correta do óleo lubrificante usado. Continue seguindo nossas publicações, teremos outras reportagens explicativas sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked * *

*

2 × 3 =