Lwart Lubrificantes promove Encontro Setorial em Porto Velho

22/05/2017 | Lwart Lubrificantes



Lwart Lubrificantes promove Encontro Setorial em Porto Velho

A Lwart Lubrificantes promoveu em Porto Velho, Capital do Estado de Rondônia, o Encontro Setorial Logística Reversa de Óleos Lubrificantes. O evento, realizado no último dia 4 de maio, reuniu representantes da Sema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), da Sedam (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental), do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), além de sindicatos do setor, consultores e geradores de óleo lubrificante usado (postos de combustíveis, concessionárias, oficinas automotivas, empresas de transportes de carga e coletivo e revendedores de óleo lubrificante).

Lwart Lubrificantes promove encontro em Porto Velho_2

Segundo Monique Presser Cigolini, da área de Relações Institucionais do Grupo Lwart, o Encontro Setorial debateu a responsabilidade compartilhada de todos os agentes da cadeia do segmento de óleos lubrificantes, especialmente as fontes geradoras, e a necessidade do bom gerenciamento do óleo lubrificante usado ou contaminado (OLUC). Ela destacou durante sua palestra que esse resíduo tem que ser obrigatoriamente encaminhado para as empresas autorizadas, o que garante seu destino ambientalmente correto e o ciclo de vida sustentável do produto.

Para Joao Vianney Bastos Martins Junior, Gerente de Coleta e Logística da Lwart Lubrificantes, eventos como esse são importantes para ressaltar a responsabilidade compartilhada de todos os envolvidos na cadeia do óleo lubrificante. O óleo lubrificante usado, por não ser biodegradável, se descartado inadequadamente, provoca impactos ambientais negativos, contaminando o solo, recursos hídricos e atmosfera, gerando danos irreparáveis ao meio ambiente e à saúde”, esclarece.

Ele afirma que transformar o óleo lubrificante usado em novo, para que possa ser reutilizado como lubrificante em máquinas e veículos, é o melhor destino que se pode dar a esse resíduo. “Isso está previsto em lei e é possível por meio do processo industrial”, finaliza.

Esteve presente também o Supervisor de Coleta Ualiston Maia de Oliveira, e destacou essa como uma oportunidade importante para fortalecer o relacionamento com parceiros e clientes, e também esclarecer dúvidas sobre a correta destinação do OLUC.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três − um =