Termoelétrica da Lwarcel Celulose contribui com a matriz energética do País

17/01/2017 | Lwarcel Celulose



Termoelétrica da Lwarcel gera energia para o País

Central termoelétrica movida a combustíveis renováveis gera energia e vapor que abastecem as duas empresas do Grupo Lwart

Desde 2010, a Lwarcel Celulose contribui com o abastecimento da matriz energética brasileira por meio de sua termoelétrica – uma central movida à biomassa que juntamente com a caldeira de recuperação química geram 30MWmed de energia elétrica e 240 toneladas/h de vapor. Além de alimentar sua fábrica, a central da Lwarcel também fornece eletricidade a Lwart Lubrificantes, tornando-as autossuficientes em energia elétrica.

Com capacidade para abastecer mais de 140 mil residências, a termoelétrica comercializa seu excedente de energia com as distribuidoras que operam o sistema nacional. Em novembro de 2014, a central bateu seu recorde de venda de energia. Foram comercializados 5.191,771 MWh, quantidade suficiente para abastecer por mais de um mês uma cidade como Lençóis Paulista, sede do Grupo Lwart, com 70 mil habitantes.

A tecnologia aplicada na central termoelétrica permitiu um melhor destino para as florestas que não seriam utilizadas no processo de fabricação de celulose. Com objetivo de utilizar a floresta própria para fins de biomassa, em outubro de 2015 o picador de biomassa da Lwarcel entrou em operação.

Além de trazer benefícios ao meio ambiente por economizar energia elétrica proveniente de fontes não sustentáveis, a central aumentou a eficiência e a confiabilidade operacional do Grupo Lwart.




COMENTÁRIOS

  1. Muito boa a iniciativa e excelente para os segmentos de óleos e lubrificantes, tendo em vista a geração e queima destes combustíveis (os fósseis). Um ponto de atenção está na grande liberação de poluentes na atmosfera, estes poluentes são responsáveis pela geração do efeito estufa e aumento do aquecimento global, portanto, para este sistema é recomendada a manutenção preditiva e preventiva.
    Fico feliz em saber que a Lwarcel pensa e age para um desenvolvimento sustentável, sou de Lençóis Paulista e atualmente moro em SP, tenho orgulho desta grande empresa. Atualmente estudo engenharia para o meio ambiente e a fazer parte do time da Lwarcel Celulose está nos meus planos.
    Obrigado por compartilhar.

    1. Marcelo, o Grupo Lwart fica muito feliz em saber que pessoas como você se preocupam como nós com o Meio Ambiente e o correto destino dos resíduos como o óleo lubrificante usado.
      Sobre a termoelétrica da Lwarcel Celulose, ela funciona somente com a queima de biomassa (restos de madeira que não são utilizados no processo de produção da celulose).
      Sabe por quê?
      A queima do óleo lubrificante usado é PROIBIDA pelo CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), órgão que regulamenta o setor de lubrificantes. E como você mesmo pontuou, este resíduo precisa ser descartado de forma correta, sendo destinado exclusivamente para o rerrefino, de forma que não afete negativamente o meio ambiente e propicie a máxima recuperação de suas propriedades.
      Sobre o processo de rerrefino, acesse essa publicação: http://bloggrupolwart.com.br/o-que-e-rerrefino-de-oleo-lubrificante-usado/.
      Estamos à disposição caso tenha curiosidade em conhecer mais sobre nossos negócios.
      Contribua sempre com nossas publicações! Seus comentários são muito importantes para o Grupo Lwart!

    1. Gustavo, ficamos felizes por saber que você acompanha o nosso blog e agradecemos o seu reconhecimento pelo trabalho que o Grupo Lwart desenvolve.

  2. Trabalhei como soldador prestando serviços a Lwarcel, sei da preocupação com a manutenção nesse setor, parabéns pela organização, aos funcionários que sempre solícitos, espero um dia fazer parte desta equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked * *

*

um × 4 =