G2 Lwart: Desempenho comprovado

10/12/2015 | Lwart Lubrificantes



Teste de campo comprova qualidade
do óleo básico GII da Lwart e recebe
chancela da Mercedes Benz

Teste de campo comprova qualidade do óleo básico GII da Lwart e recebe chancela da Mercedes Benz

Infográfico - GII Mercedez
Infográfico: Teste de campo comprova qualidade do óleo básico GII da Lwart e recebe chancela da Mercedes Benz

O óleo básico do Grupo II da Lwart Lubrificantes recebeu a chancela da montadora Mercedes Benz para ser utilizado em formulações de lubrificantes para motores diesel. O desempenho do produto para esse segmento automotivo foi aprovado pela montadora após rigoroso teste de campo realizado com 12 caminhões Mercedes Benz da frota Lwart. O projeto é resultado de uma parceria entre a Lwart Lubrificantes e Lubrizol – fornecedora de aditivos para óleos lubrificantes.

Controle Km a Km

Mercedez Lwart Lubfiricantes

Os 12 veículos escolhidos, durante os dois anos de teste de campo percorreram 120 mil quilômetros cada, 6 deles utilizando lubrificante formulado com 100% básico LWART, e outros 6 com um fluido referência de mercado com a mesma tecnologia e taxa de aditivação, mas com óleo básico GII de primeiro refino. Neste período, toda a rotina operacional dos caminhões – como manutenção, abastecimento, rota e velocidade, troca de óleo lubrificante, além das paradas e quilometragem rodada – foi controlada com rigor por uma equipe técnica capacitada. Os dados gerados validaram o desempenho do óleo básico junto à montadora.
A cada troca de óleo lubrificante, coletamos amostras que foram enviadas para os laboratórios da Lubrizol, nos Estados Unidos, para análise e acompanhamento do desempenho do nosso óleo no motor dos veículos. Ao final do teste de campo, o resultado foi excelente. Os dados provaram que o óleo básico Grupo II Lwart para formulação de lubrificantes é tão bom quanto aquele fabricado no primeiro refino do petróleo”, afirma Luiz Rafael de Marco, gerente de Manutenção Automotiva da Lwart Lubrificantes.

Resultado foi divulgado no Simpósio Internacional de Lubrificantes

Os resultados do testes de campo e a aprovação pela montadora do novo produto foram divulgados em palestra feita pelo diretor da Lwart Lubrificantes, Thiago Trecenti, no VIII Simpósio Internacional de Lubrificantes, Aditivos e Fluidos,

Thiago Trecenti em apresentação na AEA em São Paulo
Thiago Trecenti em apresentação na AEA em São Paulo

evento realizado em outubro pela AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) no Milenium Centro de Convenções, em São Paulo. “Mostramos aos participantes do simpósio os resultados do teste de campo, bastante significativos. Eles nos ajudam a quebrar o paradigma em relação à qualidade do óleo básico rerrefinado e tranquilizam nossos clientes, confirmando que este produto pode ser usado nas mais diversas formulações. O fluido de teste mostrou ótimo desempenho em campo, o que nos leva a concluir que o básico rerrefinado Grupo II Lwart apresenta performance estatisticamente equivalente ao de primeiro refino. Além do resultado do teste de campo, esta formulação foi homologada junto às principais OEMs – fabricantes de veículos – , comprovando, assim, a qualidade do produto”, explica Thiago.

Estande Lwart Lubrificantes

Ele ainda enfatizou durante sua palestra que a empresa decidiu investir na produção de GII para acompanhar a evolução dos lubrificantes e da indústria automobilística. “Somos uma opção de fornecedor local de óleos básicos do Grupo II, até então importados, e com isso contribuímos com o desenvolvimento do mercado nacional,” afirma. Além da homologação junto a Mercedes Benz por meio do teste de campo, o óleo básico do Grupo II da Lwart Lubrificantes também foi homologado pelas montadoras Volvo, Ford, Volkswagen e MAN. Estas chancelas representam uma quebra de paradigma em relação à qualidade do óleo básico rerrefinado, que pode ser utilizado nas mais diversas aplicações de alto desempenho.

VIII Simpósio Internacional de Lubrificantes, Aditivos e Fluidos, apresentação Thiago Trecenti
VIII Simpósio Internacional de Lubrificantes, Aditivos e Fluidos, apresentação Thiago Trecenti

oleos utilizados




COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked * *

*

dois × cinco =