SÉRIE ESPECIAL: Armazenamento correto do óleo lubrificante usado

24/01/2018 | Lwart Lubrificantes



Armazenamento correto óleo lubrificante usado

A partir de hoje, toda semana, o Blog do Grupo Lwart publicará uma série especial de matérias sobre o Óleo Lubrificante Usado/Contaminado (OLUC). As publicações têm por objetivo esclarecer o que é este resíduo, como ele deve ser manuseado para evitar danos à natureza e às pessoas e o seu correto destino para o rerrefino. A primeira matéria expõe como deve ser feito o armazenamento do OLUC.

Armazenar o óleo lubrificante usado/contaminado (OLUC) é uma tarefa que exige cuidados. Se realizada com atenção e, principalmente com responsabilidade ambiental pelos profissionais que trabalham nos pontos de geração (postos de combustíveis, concessionárias e oficinas automotivas, entre outros), o resíduo não provocará danos à natureza. Portanto, é de fundamental importância a adoção de práticas que garantam o armazenamento seguro do OLUC.

Armazenamento correto óleo lubrificante usado

Os recipientes nos quais o resíduo ficará acondicionado precisam estar em boas condições, livre de vazamentos e colocados dentro de uma bacia de contenção. Os vasilhames mais utilizados são as bombonas e containeres plásticos. São práticos, resistentes e duráveis. Os tambores metálicos também são bastante usados, mas merecem cuidado especial em relação à possível ataque por ferrugem, amassados e rasgões. É preciso ficar de olho neles!

Outra recomendação importante é a adequação correta do local para a troca do óleo lubrificante usado/contaminado e também para os demais resíduos gerados por essa operação. Isso evitará problemas e soluções improvisadas. O ambiente precisa ter piso impermeabilizado, preparado para conter derramamentos, deve ser coberto e protegido contra chuva e ventos, ser ventilado, livre da circulação de veículos, pessoas e animais.

Seguindo essas orientações básicas, o resíduo ficará seguro até a chegada do coletor autorizado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) e licenciado pelo órgão ambiental do seu estado ou município para realizar a atividade de coleta do OLUC.

A próxima publicação focará o papel do revendedor na gestão do OLUC.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked * *

*

3 × 2 =