2 de julho Dia do Brigadista: Você sabe a importância desse profissional?

03/07/2017 | Grupo Lwart



2 de julho Dia do Brigadista: Você sabe a importância desse profissional?

O dia 2 de julho é a data escolhida no Brasil para registrar a importância do brigadista – o colaborador que voluntariamente se apresenta a empresa para receber treinamento para controlar incidentes e situações de emergência, como princípios de incêndios e vazamentos. No Grupo Lwart, a Brigada de Emergência é formada por aproximadamente 260 colaboradores. São eles que, em situações de emergência, têm a função de orientar os demais colaboradores, além de prestar os primeiros socorros, se necessário.

Segurança é um assunto levado muito à sério pelo Grupo Lwart. A Brigada de Emergência da empresa conta com suporte completo de equipamentos, incluindo veículo de combate a incêndio, ambulância e um completo sistema de hidrantes e alarmes de emergência. A área de segurança do trabalho, com a anuência das diretorias da empresa, faz anualmente dois simulados de emergência, com a participação de todos os colaboradores. Eles desconhecem a data escolhida, tornando a situação a mais real possível.

“Os brigadistas são treinados e preparados para agir em diversas situações de emergência. Quando temos uma emergência, os brigadistas são os responsáveis de fazer o combate e controle da situação, enquanto os demais colaboradores ficam em alerta em locais seguros nos seus postos de trabalho ou se deslocam até os pontos de encontro”, explica Christiano Ometto, gerente de Qualidade, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da Lwarcel Celulose.

Para José Ribeiro, gerente industrial da Lwart Lubrificantes, a melhor prevenção para situações de emergência é o treinamento e a qualificação dos colaboradores da Brigada de Emergência. “Os colaboradores que integram a nossa Brigada entendem esse papel de fundamental importância no nosso dia a dia. A empresa investe e valoriza muito essa equipe”, afirma.

Atribuições da Brigada de Emergência

  • conhecer o plano de emergência contra incêndio da planta e aplicar os procedimentos básicos estabelecidos até o esgotamento dos recursos destinados aos brigadistas
  • avaliar riscos existentes
  • inspecionar os equipamentos de combate a incêndio, primeiros socorros e outros existentes na planta
  • inspecionar rotas de fuga
  • elaborar relatório das irregularidades encontradas
  • orientar a população fixa e flutuante



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked * *

*

quatro + 17 =